JUNTA-TE À REVOLUÇÃO

Se desejas tornar real uma mudança de paradigma na actual sociedade, junta-te à revolução! A mudança começa em cada um de nós. Vem fazer a diferença acontecer! Portugal, o planeta e a humanidade precisam de ti! Partilha as tuas ideias e os teus projectos! Traz as tuas propostas! Sê criativa(o) e criador(a) de sinergias! Se …

Continuar a ler JUNTA-TE À REVOLUÇÃO

“Tools to Change the World”

Os círculos de estudo "Tools to Change the World", em Lisboa, continuam a bom ritmo com apresentações quinzenais que incluem partilhas, jogos cooperativos, exercícios e discussões sobre os mais diversos temas. Na última sessão falou-se sobre depressão social, suicídio e problemas de saúde oriundos de abuso infantil, perda de uma pessoa querida, dificuldades financeiras, stress …

Continuar a ler “Tools to Change the World”

proutugal

Emprego ao Serviço da Vida

Palestra Sexta, dia 28 de Abril às 19:30 Luís Miguel Dantas   Local: Rua das Orquídeas, 91-B, Quinta dos Lombos, Carcavelos, Cascais Entrada Livre Mais informações: 211 953 401 / 934 577 404 Resumo: Não se pode construir uma sociedade genuína, verdadeiramente dedicada ao bem-estar colectivo se apenas medirmos a nossa contribuição à sociedade em …

Continuar a ler Emprego ao Serviço da Vida

Os Cinco Princípios Fundamentais

Conceptualizado primeiramente pelo filósofo indiano P. R. Sarkar, em 1959, PROUT (Progressive Utilization Theory), Teoria da Utilização Progressiva, consiste num conjunto de objectivos, em cinco princípios fundamentais que delineiam uma estratégia económica para alcançar esses objectivos, um conjunto de sugestões de políticas, e uma teoria da história. A tomada de consciência e compreensão dos cinco …

Continuar a ler Os Cinco Princípios Fundamentais

Democracia Económica = Sustentabilidade Local, Regional e Planetária

Como levar a sociedade, a partir do ponto onde se encontra, com as suas desigualdades, crises ambientais e de recursos, estrutura económica degenerada e ruptura social e política, a uma sociedade ideal progressista? Será preciso para tal um novo modelo económico que olhe para o mundo como ele realmente é, e que leve em consideração …

Continuar a ler Democracia Económica = Sustentabilidade Local, Regional e Planetária

Exploração e o Despertar da Mulher

(...) Sarkar escreve: "A História é a expressão da psicologia humana colectiva. Os homens atualmente estão a começar a perceber que as mulheres não podem ser tratadas como mercadorias. Esses dias já terminaram. As mulheres já não toleram passivamente injustiças, torturas, insultos e ódio por parte de machões exploradores. Os movimentos de libertação das mulheres no Ocidente …

Continuar a ler Exploração e o Despertar da Mulher

Conferência sobre Democracia Económica nos EUA

(PROUT Globe) - Mais de 200 pessoas participaram na conferência sobre Democracia Económica em Madison, WI, EUA, de 11 a 14 de 0utubro de 2012. Entre os oradores principais mais conhecidos estavam: o correspondente de “The Nation”, John Nichols, Gar Alperovitz em cooperativas, Ellen Brown em sistema público bancário, David Cobb do “Move to Amend”, …

Continuar a ler Conferência sobre Democracia Económica nos EUA

Romper com os grandes bancos, pela economia global

(PROUT Globe, 26 de Setembro de 2012) - O Fundo Monetário Internacional alertou que a reforma dos bancos estagnou, e que os reguladores financeiros precisam de considerar romper com os grandes bancos para tornar a economia global mais segura. "Os bancos são tão arriscados quanto o eram antes da crise financeira e estão a planear …

Continuar a ler Romper com os grandes bancos, pela economia global

O que faz com que as cooperativas sejam bem sucedidas?

R.M. Baseman, investigador associado e conselheiro do Instituto de Investigação PROUT da Venezuela (PRI-VEN) realizou uma pesquisa passiva na internet para encontrar um consenso mundial sobre a questão do sucesso das cooperativas. Primeiro, Baseman encontrou uma fonte de artigos e publicações em que os autores expressaram opiniões e conclusões sobre o sucesso e o fracasso …

Continuar a ler O que faz com que as cooperativas sejam bem sucedidas?